• Sociedade Limitada (LTDA): são as mais populares em nosso país, compostas sempre por dois ou mais sócios com a finalidade de explorar atividades voltadas para a produção ou circulação de bens e serviços. As Ltda. são regulamentadas por um contrato social que classifica os sócios, a forma de operação, tipo de serviço e o capital investido.
  • Sociedade Anônima (S/A): são sociedades cujo capital não é atribuído a uma pessoa especifica de modo que, é dividido em ações e a responsabilidade dos sócios ou acionistas será limitada ao preço da emissão das ações subscritas ou adquiridas. Neste modelo de sociedade não é necessário um contrato social como nas Ltda, e sim um Estatuto Social. Uma S/A pode ter capital aberto ou fechado. As de capital aberto são aquelas que emitem títulos, ou seja, ações para serem negociadas na bolsa de valores, corretoras e instituições financeiras As Sociedades anônimas de capital fechado são as empresas menores, com patrimônio inferior ao que é exigido para fazer o cadastro na CVM e que por esse motivo não emitem ações para serem negociadas.
  • MEI: é uma classificação de natureza jurídica que foi criada pela lei 128/08 dando origem assim ao MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL, com o intuito de legalizar aqueles que trabalhavam por conta própria sem qualquer tipo de contribuição para o governo. Essa lei regulamenta o exercício das atividades dos considerados pequenos empresários e ainda descreve todas as exigências para que um trabalhador comum se torne um microempreendedor.
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): essa empresa será constituída por somente uma pessoa, onde o capital pertence unicamente ao titular da empresa. Esse capital deve ser obrigatoriamente integralizado e não inferior a 100 vezes o salário mínimo vigente.
Encontrou sua resposta?