Você pode investir sempre que desejar, veja como funciona:

Cada nova aplicação (ou "aporte") abre um novo contrato com rentabilidade, prazo e liquidez diferentes que são definidos no momento da aplicação. Ou seja, cada "aporte" será um título diferente e renderá separadamente, e não em conjunto com a aplicação anterior. 

Com isso, não há como fazer aportes mensais na mesma aplicação em investimentos de renda fixa. O que é possível é a compra de um título diferente em cada aplicação.

Em renda variável (ações), por exemplo, os investimentos são sempre os mesmos, mas têm uma variação no preço todos os minutos.

Encontrou sua resposta?