Caso você seja aposentado ou pensionista do INSS, consultamos a sua margem consignável pelo número de seu benefício e CPF. Para funcionários públicos, a consulta é feita por meio do número de sua matrícula e de seu CPF.

Encontrou sua resposta?